Autoestima para mulheres com mais curvas

Apesar de ter ficado no nono lugar na tradicional competição mundial, a miss Canadá causou alvoroço e divisão de opiniões com um corpo com mais curvas que as outras candidatas

Por Karolina Vieira, de Goiânia/GO

O concurso Miss Universo 2017 foi vencido por uma francesa e a brasileira Raissa Santana foi eliminada na seleção do Top 9. Mas quem chamou a atenção e causou grande repercussão foi a Miss Canadá, Siera Bearchell, que exibiu na competição um corpo com mais curvas e medidas. Em nono lugar, a modelo dividiu opiniões e causou alvoroço na internet com opiniões favoráveis e contrárias. A verdade é que a competição revelou uma tendência já existente na sociedade e dentro dos movimentos de empoderamento e libertação feminina: aceitar o corpo que tem e buscar saúde, não apenas a aparência.

mulheres com mais curvas
Hevelyn Gontijo (Crédito: Rogerio Paulo`)

Essa tendência vem se refletindo em vários segmentos, com modelos plus size tendo destaque, lojas especializadas em numerações maiores e uma rede de apoio e resistência entre mulheres que não se encaixam nos padrões de medidas e de beleza. A fotógrafa Hevelyn Gontijo acaba de retornar de Maceió onde fotografou a Miss Goiás Plus Size. Atuando com fotografia há dez anos e com portfólio repleto de ensaios sensuais femininos, Hevelyn afirma que o número de mulheres seguras de seu corpo e que se aceitam sem retoques tem aumentado nos últimos anos.

“A maioria dos ensaios são, à primeira vista, para presentear alguém especial. Mas, após algum tempo de conversa sempre descobrimos que existe uma grande motivação além do presente, que é a mulher se sentir linda como ela é. Fiz um ensaio há algum tempo em que a cliente imprimiu um quadro do tamanho da parede do seu apartamento e sua foto ficava na entrada do hall! Apesar dos diversos propósitos  o que a mulher sempre procura é sentir se segura de si e maravilhosa como ela de fato é”, afirma Hevelyn.

No começo, segundo Hevelyn, todas as clientes pediam por retoques das fotos no Photoshop, edição para ficarem mais magras ou rejuvenescidas. Hoje em dia, existe uma aceitação maior de quem procura, seja gorda ou magra, jovens ou maduras, elas pedem o mais natural possível. “A fotografia traz o poder de ajudar a mulher a se ver mais bonita e cabe ao fotógrafo a sensibilidade de valorizar na modelo as partes que ela mais gosta”, conta. Alguns truques podem ajudar na construção do ensaio como a escolha por uma fotógrafa para ficarem mais à vontade, peças sensuais como lingeries ou tecidos com transparência e locais como hotéis ou motéis por causa da privacidade. “Eu acho que isso não é apenas uma onda, mas as mulheres e a sociedade estão mais cientes de que mais importante que aparência é sentir-se bem”, avalia a fotógrafa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *