Mercado Farma Brasil e China

Crescimento do mercado Farma no Brasil e perspectiva da China se tornar líder mundial no setor deveriam receber atenção do atual presidente brasileiro

Por Alice Galvão – Publisher

De acordo com uma matéria publicada em maio de 2018 no Guia da Farmácia, uma pesquisa realizada pelo IQVIA identificou que o Brasil esteve na sexta posição do ranking global dos maiores mercados farmacêuticos em 2017.

Até 2022, o instituto estima que o país passe a França e chegue à quinta posição, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Japão e Alemanha. E, conforme outro estudo, feito pelo Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo), as vendas de medicamentos genéricos no Brasil cresceram 15,7%, o que dá fôlego à indústria, apesar de 2018 ter sido um ano de leve queda (crescimento de 6,6%), comparado com os 12,86% de salto do ano anterior.

Outra apuração, feita em novembro de 2018 pelo Jornal Econômico, de Portugal, prevê que, até 2030, a China pode atropelar os EUA e figurar como líder mundial.

Pelo histórico de cooperação comercial entre Brasil e China, vale à pena o nosso novo presidente abrir os olhos e pensar estrategicamente nas oportunidades que se desenham para o setor. As empresas farmacêuticas já estão se movimentando nesta direção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *