Pular para a barra de ferramentas

Dores lombares em crianças podem ser prevenidas

Dores lombares em crianças podem ser prevenidas

Estudo no Reino Unido aponta que as dores lombares em crianças atingem aproximadamente 75% dos alunos da escola primária

Por Denise Santiago e Alice Galvão, de Goiânia

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a lombalgia, popularmente conhecida como dor nas costas ou na coluna, atinge 80% da população. O estudo revela ainda que quatro em cada cinco pessoas têm ou terão a doença em algum momento da vida. E o espantoso é que essa dor pode começar na infância.

Um estudo no Reino Unido aponta que, aproximadamente, 75% das crianças da escola primária e 66% da secundária já relataram dor lombar ou no pescoço. O que os pequenos não sabem é que ficar muito tempo na mesma posição, jogando no vídeo game, em smartphones e tablets pode causar danos ao corpo. As crianças estão em plena fase de crescimento e, por isso, o uso exagerado da tecnologia afeta, principalmente, o sistema musculoesquelético, com sobrecarga muscular e óssea, afetando o desenvolvimento.

Problemas da coluna vertebral, como a escoliose, podem ser tratados antes de começarem a causar dor ou deformidade. É muito importante que os pais estejam atentos à postura dos filhos, sobretudo nos momentos de lazer. 80% das crianças terão os sinais iniciais de escoliose enquanto elas crescem, por isso, o acompanhamento profissional é fundamental para que tenham qualidade de vida e não sofram com imperfeições na coluna, decorrente da má posição em que passam a maior parte do tempo.

Diagnóstico, tratamento e prevenção

Em entrevista ao NS, o quiropraxista Wolney Hass Junior explica que a palpação, inspeção estática e dinâmica da coluna pode ser usada para detectar subluxação vertebral. A inspeção estática é aquela feita com o paciente em repouso e a dinâmica, em movimento. Além disso, podem ser realizados exames radiológicos.

“A indicação da quiropraxia é feita para prevenção e tratamento de problemas da coluna vertebral e também para melhorar o funcionamento do sistema nervoso”, detalha o profissional. Mesmo que não ofereça cura, os resultados da técnica oferecem mais qualidade de vida ao paciente que sente dores nas costas, por tratar das causas da dor e não da dor em si. Além disso, pode ser indicada para todas as idades, do recém-nascido ao idoso.

Nas crianças, Wolney diz que podem ser feitos ajustes periódicos para manter o alinhamento da coluna vertebral, e que os pais devem ser orientados a observar e cuidar da postura dos filhos.

dores lombares em crianças
Quiropraxista Dionatan dos Santos aplica técnicas em crianças (Foto: Clínica Coluna em Movimento)

Mas atenção! Antes de procurar o tratamento, certifique-se de que o profissional possui graduação em Universidade e título de Bacharel em Quiropraxia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + vinte =