Palestra aborda mitos e verdades sobre hormônios

Médico do esporte, Amir Saado, busca esclarecer dúvidas e responder perguntas relacionadas à otimização dos hormônios e como eles podem contribuir para melhorar nosso desempenho diário

Por Karolina Vieira, de Goiânia/GO

Na próxima sexta-feira (19), das 19h30 às 21h30, o médico do esporte, Amir Saado, realiza a palestra “Mitos e Verdades dos Hormônios em Nossa Qualidade de Vida”, no Restaurante República da Saúde. O bate papo busca esclarecer dúvidas e responder perguntas relacionadas ao uso de hormônios e a relação deles com a qualidade de vida de homens e mulheres no cotidiano repleto de tarefas e horários apertados. A taxa de inscrição custa R$ 50 e deve ser feita diretamente no Restaurante, no Setor Sul.

hormônios
Amir Saado é médico do esporte e dará palestra sobre hormônios e qualidade de vida

Para Amir, a medicina avança no sentindo de trazer mais segurança quanto ao uso dos hormônios, principalmente desmistificando associações genéricas do uso de hormônios ao aparecimento de doenças como o câncer. “Sabemos que o fator ambiente e estilo de vida é muito mais preditor ao aparecimento de qualquer tipo de doença do que o uso isolado de hormônios. Inclusive, o ajuste fino e pontual traz vários benefícios à vida do ser humano”, defende o médico.

Pós-graduado em Nutrologia e Endocrinologia, o médico vai trazer muitas novidades relacionadas à saúde e qualidade de vida, de acordo com sua experiência nas maiores queixas dos pacientes no consultório. “A principal preocupação masculina é a questão sexual. Os homens se preocupam em não diminuir ou perder o vigor sexual, a libido, a ereção, e querem também melhorar a performance atlética e mudar a composição corporal. Já as mulheres se preocupam mais com a questão estética, querem se sentir bonitas e atraentes, mas também buscam melhorar seu desempenho e qualidade de vida, além de se livrar da constante sensação de cansaço”, afirma Amir.

Segundo ele, com as diversas demanda do mundo atual, o cotidiano não é mais o mesmo e é possível que o corpo não consiga acompanhar a produção de hormônios necessárias ao nosso ritmo atual de vida. “O objetivo da palestra é esclarecer ao público como o ajuste desses níveis hormonais, quando necessário, pode ser benéfico na vida das pessoas, e tentar mostrar que existe sim um perfil de segurança para o uso dos hormônios, mas que o paciente tem que ser elegível para esse uso. Cada caso é muito particular e o tratamento deve ser totalmente personalizado”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *