Palestra e bate-papo sobre câncer de mama

Complexo de saúde reúne médicos para tirar dúvidas sobre câncer de mama e outros temas, com entrada gratuita

Na próxima quarta-feira, 30, às 18h30, no piso 2 do Órion Shopping, no Setor Marista, nove médicos especializados em diversas áreas estarão reunidos para palestras e bate-papo sobre câncer de mama e outros temas relacionados.

O evento tem entrada gratuita, não precisa de inscrição prévia e encerra a programação do Outubro Rosa do Órion Shopping, que faz parte do Órion Business & Health Complex, no Setor Marista, em Goiânia.

As atividades serão divididas em dois momentos. O primeiro terá a participação de três especialistas: a ginecologista especializada em reprodução assistida Mylena Naves de Castro Rocha, a ginecologista com atuação em uroginecologia e ultrassonografia Clarissa Marini Pinto Japiassu e a especialista em endoscopia ginecológica e patologia de trato inferior e coloscopia Thaísa Strozzi.

Já o segundo momento será voltado para um bate-papo para esclarecer dúvidas sobre prevenção, sintomas, diagnóstico e tratamento do câncer de mama com a participação de seis especialistas médicos, são eles: o cirurgião plástico Fernando de Nápole, o ginecologista Divino Miranda, o angiologista e cirurgião vascular Marcus Henrique Braga, o endoscopista e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica Marcius Vinicius de Moraes; o mastologista Antônio Eduardo Rezende Carvalho, e a cirurgiã oncológica Eloise Allen.

Mitos

Os profissionais prometem desmistificar várias questões relacionadas à doença e dar dicas de como a própria mulher pode identificar alguns sinais que podem ser indicativos da doença, tais como: mudança no formato da mama; saída de líquido de origem desconhecida; vermelhidão, ardor ou coceira; ferida na pele; afundamento ou refração; nódulo na mama ou axila; veia facilmente observada e crescente; mudança na textura; imersão ou mudança no formato do mamilo; e dor constante na mama ou axilas.

Também estarão presentes ao evento mulheres que fazem parte do Portal Glam, um grupo feminino de networking e empreendedorismo. Nas últimas semanas, as integrantes do portal intensificaram a divulgação do encontro em suas redes sociais, postando vídeos alusivos à campanha Outubro Rosa do Órion e estimulando os internautas a se engajarem no combate ao câncer de mama. Para fechar em alta essa participação do Portal Glam na campanha, suas integrantes se reunirão também no dia 30, no hotel Clarion Goiânia Órion, que integra o Órion Complex, para uma sessão de fotos que visará a divulgar a causa do Outubro Rosa.

“Nós temos percebido uma adesão cada vez maior da sociedade, em todas as suas camadas, a essa luta. E por isso, o Órion Complex, como sendo um complexo especializado em saúde, também está empenhado nessa campanha”, comenta a gestora de marketing do Órion Complex, Patrícia Naves.

A solidariedade também pede passagem na campanha contra o câncer de mama promovida pelo Órion Complex, que junto com o Portal Glam está comercializando camisetas alusivas ao Outubro Rosa para que a renda dessas roupas seja doada à ONG Associação dos Portadores de Câncer de Mama (Apcam). Os produtos contam com ilustração desenvolvida pela artista plástica Adriana Bittar.

Todos os meses, o Órion Complex promove eventos gratuitos voltados à comunidade em geral. São programações ligadas ao projeto Viva Saudável Órion, implementado neste ano. A iniciativa visa a reunir a população em atividades de incentivo aos cuidados com a saúde e bem-estar. O Órion Shopping, onde ocorrerá o Outubro Rosa Órion, é um dos empreendimentos instalados no Órion Complex, que possui ainda centenas de clínicas médicas, salas comerciais, um hotel de luxo, um centro de convenções e um hospital privado de alta complexidade, que será inaugurado ainda neste ano.

A campanha Outubro Rosa, promovida em todo o País, foi criada para intensificar as ações de conscientização e prevenção do câncer de mama, que segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) teve o registro estimado, só no ano passado, de 59,7 mil novos casos. É também o segundo tipo de câncer mais comum entre as brasileiras e o que mais mata. O problema também pode acometer homens, mas é bem mais raro, na proporção de 1% dos casos registrados anualmente no País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *