ANS apresenta ranking dos preços de planos de saúde no Brasil

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou pesquisa que mostra que a diferença entre os preços dos planos de saúde nos estados brasileiros chega a 66%, considerando as médias mais altas e as mais baixas.

Por Alice Galvão, de Goiânia/GO

Disponível no site da ANS, o Painel de Precificação de 2015 leva em consideração planos na faixa entre 44 a 48 anos, com cobertura “Ambulatorial + Hospitalar” com contração “Individual ou Familiar”. A escolha do tipo de cobertura analisada foi justificada pela agência como sendo o mais completo e, portanto, “escolhido por ser o mais representativo no mercado de saúde suplementar, abrangendo a maior quantidade de planos em comercialização”.

O levantamento também mostra que o reajuste médio por mudança de faixa etária ao se completar 34 anos apresenta a menor variação média (10,5%), enquanto o reajuste para o beneficiário que completa 59 anos apresenta a maior variação média (43,6%).

São Paulo está no topo do ranking, apresentando a média de preços mais baixa do país, R$ 423,41, enquanto Roraima tem a mais alta, R$ 706,78. O valor médio nacional ficou em R$ 610,24. Minas Gerais e Rio de Janeiro seguem na lista de preços mais baixos, respectivamente com R$ 441,91 e R$ 525,56. Na outra ponta da lista, estão Pará, com média de R$ 695, e Amazonas, com R$ 704,17. (Com informações da Agência Brasil)

Acesse o documento completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + dez =