SBCP-GO lança campanha “Cirurgia Plástica é com cirurgião plástico”

O objetivo da campanha institucional é orientar a sociedade que beleza e saúde são coisas sérias e que cirurgia plástica deve ser feita por cirurgiões plásticos

Por Rosane Cunha, de Goiânia

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional Goiás (SBCP-GO) lançou uma campanha para orientar a população sobre a importância de realizar cirurgias estéticas e reparadoras com cirurgiões plásticos.

A campanha, que tem como tema “Cirurgia Plástica é com cirurgião plástico”, quer mostrar às pessoas que beleza e saúde são coisas sérias e que tanto os procedimentos cirúrgicos quanto os minimamente invasivos exigem cuidados e devem ser realizados por profissionais habilitados, pois qualquer falha pode comprometer os resultados almejados e, principalmente, a saúde e segurança do paciente.

A nova campanha institucional da SBCP-GO inclui a veiculação e anúncios em painéis de LED, triedros e mídia indoor, além das mídias sociais. Em junho, a SBCP-GO havia lançado outra campanha educativa para orientar o público sobre os riscos da realização de “consultas” via Facebook e WhatsApp, da disseminação nas redes sociais de informações sem comprovação científica e para enfatizar a importância de uma boa consulta médica antes da opção pela cirurgia plástica.

A cirurgia plástica é uma especialidade médica que tem em seu patrimônio científico e intelectual a criação, desenvolvimento/aperfeiçoamento de mais de 98% de todas as técnicas e tratamentos dentro da sua área de atuação. Para obter o título de especialista, o médico precisar cursar, além dos seis anos do curso de medicina, mais cinco anos de especialização em cirurgia geral e em cirurgia plástica. O profissional também deve estar inscrito no Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) e é importante que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O presidente da SBCP-GO, Luiz Humberto Garcia de Souza, recorda que um levantamento feito pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) revelou que em apenas 2% dos processos relacionados a cirurgias plásticas, em tramitação no órgão, os médicos denunciados eram de fato cirurgiões plásticos. Os 98% restantes eram especialistas em outras áreas da medicina ou médicos sem qualquer especialidade.

Esse índice, segundo ele, reforça a importância da realização de cirurgia plástica com cirurgiões plásticos, um cuidado que se torna ainda mais necessário e urgente nos dias atuais, quando profissionais não médicos também estão se propondo a realizar procedimentos da área da cirurgia plástica.

Atualmente, há 232 cirurgiões plásticos inscritos no Cremego, sendo que 176 deles atuam em Goiânia, onde são realizadas cerca de 25 mil cirurgias plásticas a cada ano. Para saber se um médico é especialista em Cirurgia Plástica, basta consultar o site do Cremego ou o da SBCP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *